gestão de tempo

14 truques de gerenciamento de tempo que você deve saber sobre

Tempo… É um recurso que tomamos como garantido até que não tenhamos o suficiente. Nesse ponto, estamos estressados, apressados ​​e perdendo o controle.

É quando percebemos que o tempo é nosso maior recurso . Quando nos falta tempo suficiente, nosso trabalho, relacionamentos, saúde e negócios são prejudicados.

No entanto, tenho certeza que você percebe que todos não sofrem com a falta de tempo. Mesmo muitas das pessoas que têm horários tão ocupados como o seu parecem passar o dia completando uma tarefa após a próxima.

Então, qual é o grande problema?

Todo mundo tem 24 horas por dia. Mas por que algumas pessoas parecem sempre ter tempo suficiente para fazer tudo, enquanto outras não?

Tudo se resume a truques eficazes de gerenciamento de tempo. A maior diferença entre as pessoas que têm falta de tempo e as que têm abundância disso são as estratégias que estas empregam.

Hoje vou revelar algumas dessas estratégias.

Vamos começar com essa tática básica que, se não for implementada, causará estragos no seu dia.

Truques de gerenciamento de tempo para ajudar você a assumir o controle do seu tempo

1. Priorize sua agenda.

O primeiro passo na gestão eficaz do tempo é obter as suas prioridades. No final de cada dia, você deve fazer uma lista de tarefas para o dia seguinte. Mas não pare aí como a maioria das pessoas.

Priorizar.

Separe urgente de tarefas importantes na sua agenda e sempre pretenda concluir as tarefas mais importantes primeiro.

2. Faça os outros respeitarem o seu tempo.

Este passo começa com você primeiro respeitando seu próprio tempo.

Se você reconhecer que seu tempo é valioso, os outros não terão outra escolha senão seguir o exemplo.

Comece eliminando os desperdícios de tempo , deixe que os outros saibam que você tem um cronograma a cumprir e não deixe ninguém desvalorizar seu tempo de forma alguma.

3. Pare de multitarefa.

O pensamento de que conseguimos fazer mais dividindo nossa atenção entre duas ou mais tarefas de uma só vez é um mito.

Estudos científicos demonstraram em inúmeras ocasiões que a multitarefa reduz drasticamente a qualidade do trabalho que produzimos, e também reduz sua produtividade em até 40% por tarefa.

40% a mais de tempo por tarefa podem ser somados rapidamente e equivalem a dezenas de horas extras por semana.

A evidência é clara. A multitarefa está custando mais tempo do que você está economizando. Não faça isso.

4. Defina prazos apertados.

Definir prazos é um dos truques mais práticos de gerenciamento de tempo. No entanto, se você definir seus prazos muito longe no futuro, pode sair pela culatra.

Estudos mostraram que quanto mais longe o prazo, mais procrastinamos ao concluir a tarefa.

Feche esta lacuna de tempo e acabe com a procrastinação, estabelecendo prazos apertados e aderindo a eles. Isso irá forçá-lo a agir agora e maximizar o seu tempo, em vez de esperar que a lacuna de tempo no seu prazo diminua antes de você realmente começar a trabalhar.

5. Comece com uma pequena tarefa e vá a partir daí.

Às vezes, quando olhamos para a nossa lista de tarefas, a magnitude da tarefa importante na lista é esvaziada.

Se esse sentimento lhe ocorrer, não reaja como a maioria das pessoas e adie o trabalho completamente. Comece trabalhando na tarefa menor da sua lista. Ao verificar essas tarefas, ela dará a você o momento necessário para enfrentar as mais difíceis na sua lista de tarefas.

6. Perceba que mais tempo não significa automaticamente mais produtividade.

As pessoas cometem esse erro com muita frequência. Todo pensamento racional nos levaria a acreditar que mais tempo equivale a um aumento na produtividade.

No entanto, o que geralmente acaba acontecendo é que passamos esse tempo extra assistindo televisão, comentando sobre mídias sociais, ou nos envolvendo em outras formas de entretenimento que não nos levam mais perto de nossos objetivos.

Quando você tem tempo extra em suas mãos, certifique-se de manter o foco e de transformar a abundância de tempo em produtividade aprimorada.

7. Quebre as tarefas maiores em outras menores.

Como afirmei anteriormente, às vezes, quando olhamos para a nossa lista de tarefas, a magnitude de nossas tarefas importantes nos esvazia.

Eu sugeri que você iniciasse a tarefa menor em sua lista primeiro para aumentar o impulso. No entanto, há outro método eficaz para conquistar a tarefa grande e mais difícil na sua lista de tarefas. E isso está dividindo essas tarefas em partes menores.

Pense nos componentes de um grande projeto e divida-os. Com cada pequena tarefa que você finaliza, você se aproxima de completar a grande figura.

8. Priorize sua lista de tarefas.

Algumas tarefas são mais importantes que outras. Esta é uma percepção importante a que você deve chegar se quiser aumentar sua produtividade com a ajuda dos truques certos de gerenciamento de tempo. Concentre-se nas coisas que mais importam.

Para fazer isso, divida sua lista de tarefas em tarefas urgentes, importantes e nem urgentes nem importantes.

Como dito anteriormente, comece concentrando-se nas tarefas importantes da sua lista, passe para a tarefa urgente e, por último, conclua as tarefas que não são urgentes nem importantes.

9. Concentre-se em tarefas que terão o maior impacto.

Para alcançar seus objetivos, você precisa manter o foco no quadro maior.

Distrações vão e vêm, você terá que completar tarefas menos importantes, mas nada mostra que você tem os olhos no prêmio, como identificar e completar as tarefas que terão o maior impacto para alcançar seu objetivo principal.

10. Mantenha o controle de distrações.

Não importa o quanto você tente evitá-lo, as distrações estão fadadas a acontecer. No entanto, você não quer deixar as coisas ficarem fora de controle.

Acompanhe as distrações em um bloco de notas ou planilha. Em seguida, volte periodicamente e analise os dados. Veja se você identifica tendências ou ocorrências frequentes e ajuste seu ambiente de acordo.

curso de manutenção de celular

Como Abrir um Negócio de Manutenção de Celular em 2018

Como Abrir um Negócio de Manutenção de Celular

Você quer informações sobre como iniciar um negócio de conserto de telefone e procurar um plano de negócios eficaz? Você quer saber sobre capital requerido e margem de lucro neste negócio? Então esse artigo é para você! A indústria móvel é um negócio multi-crores, então definitivamente uma idéia de montar um negócio de reparo móvel é muito promissora para os empreendedores. Cereja na cobertura – este negócio requer muito menos capital e mínimo para nenhuma experiência. Neste artigo, vamos levá-lo passo a passo para iniciar seu próprio negócio de reparação de celular.

Diferentes modelos de negócios

Você pode começar seu negócio de reparação de celular de várias maneiras. Os dois principais modelos que são populares são uma loja e um negócio de reparação móvel. Vamos dar aos leitores uma breve ideia de ambos.

Vitrine

Para começar a marcar seu produto, a vitrine é uma das melhores maneiras, mostra legitimidade e coloca a confiança nas mentes dos clientes. Naturalmente, o custo inicial de abrir sua própria loja é maior do que o de um negócio de reparo móvel. Com a vitrine, ele permite que você mantenha todo o inventário em um único local e também permite que você trabalhe em vários dispositivos ao mesmo tempo. Isso é ideal para o proprietário da empresa, que deve ter muito capital e está pronto para assumir o risco.

Negócio Móvel

Os proprietários de empresas de assistência técnica de celular que têm pouco capital devem preferir fazer negócios de reparo móvel e oferecer conveniência ao cliente. Isso é bom para desenvolver relacionamentos com os clientes e ótimo para referências. O lado inferior do negócio de reparo móvel é que apenas um dispositivo pode ser trabalhado por vez. Menor margem de lucro é gerada, mas você pode ter um melhor controle sobre sua programação.

Para escolher qual deles estará certo, você dependerá da sua situação. Uma pessoa que nunca administrou um negócio e tem dinheiro limitado para trabalhar, o negócio de reparo móvel é o melhor.

Quantidade de dinheiro que você precisa para o negócio de reparação de telefone

Os custos iniciais do negócio de reparo de telefones celulares são extremamente baixos. Inicialmente, você pode começar com uma única tela de celular e aumentar seu estoque em quatro dobras. Como cada vez mais precisamos estar atualizados com a novidade do mercado, um dos custos iniciais que na verdade será o melhor investimento do seu negócio será adquirir um curso de manutenção de celular. Independente do modelo de negócio que você escolher o curso irá te trazer noções básicos de empreendedorismo e também muito conhecimento técnico avançado, para poder qualificar seu trabalho. Na escolha do modelo de negócio escolhido, você precisa calcular os custos adicionais. Nós dividimos o custo que pode incluir –

Inventário de Peças

Você deve se certificar de que você tem peças suficientes para acompanhar a demanda do seu serviço. Você a base de sua disponibilidade, você pode começar com 10-15 peças de item que você deseja reparar. Isso permite atender seus clientes enquanto espera que mais peças cheguem. O custo pode variar de R$$ 150 a R$ 500.

Inventário de ferramentas

Depois de ter todas as peças que você precisa para reparar os telefones que você escolheu para corrigir, certifique-se de selecionar as ferramentas certas. Você pode encontrar muitos kits de reparo de telefone no mercado e cada dispositivo precisa de um tipo diferente e quantidade de ferramentas. O básico, como chaves de fenda, espátulas, fita adesiva, tesoura e pinça, é bom para começar e o custo é de cerca de R$ 50.

Para consertar um telefone, isso é tudo que você precisa ter. Para iniciar um negócio, você precisa estar no marketing de sua empresa para receber clientes.

Considere o tipo de telefone que você deve reparar

Com base na demografia da sua área, você pode escolher qual telefone para reparar. Os iPhones são os telefones mais fáceis de começar, pois exigem pouca experiência para consertar partes e ferramentas mínimas. Os telefones Android controlam a maior parte do mercado de dispositivos no mercado. Samsung, HTC e LG são as três grandes marcas para reparo e exigem mais equipamentos e experiência para consertar. Os telefones Windows recebem menos quantidade de negócios.

Vamos mencionar a enxada para começar a praticar o reparo de cada dispositivo individual e onde os recursos podem ser encontrados para corrigi-los. Agora, tente explorar as opções de custo de peças e ferramentas associadas e veja como ele se adapta melhor ao seu modelo de negócio.

Quantidade de dinheiro que você pode ganhar (margem de lucro)

O dinheiro que você pode ganhar é limitado à disponibilidade. A margem de lucro de custos de reparação para os custos de peças é extremamente alta. Como dito anteriormente, o dinheiro ganho com um reparo aumentará facilmente seu estoque quatro vezes. Em média, se você cobrar R$ 100 por conserto e em uma semana você consertar 10 dispositivos, então você pode fazer uma receita de R$ 1000 por semana. Este é um bom investimento, dependendo do dispositivo que você consertar e considerando a quantidade de tempo que o investimento nestes 10 dispositivos levará aproximadamente cinco horas. Isso também se resume à visibilidade e conversão de clientes.

É direito de reparação de telefone celular direito? –

A indústria de reparação de telefones celulares é um ambiente repetitivo. Às vezes você pode precisar reparar o mesmo dispositivo repetidamente sem perder a paciência. Este negócio precisa construir credulidade durante um período de tempo e até então as vendas não serão altas o suficiente. Você precisará ter muita paciência e marketing terá que ser um trabalho em tempo integral em cima dos reparos que você precisa concluir. Antes de começar o seu negócio, lembre-se de todas as possibilidades mencionadas acima são favoráveis ​​e você será capaz de trabalhar no estilo de trabalho. Caso você não consiga administrar o tempo, terá que começar em negócios diferentes.

Nunca compre muitos telefones ao mesmo tempo

Tente comprar um telefone de cada vez e, em seguida, domine individualmente o processo de reparo. Isso irá ajudá-lo muito como se achar que este negócio não é adequado para você, então você não terá perda significativa. No caso de você ter 3 ou 4 telefones em seu inventário, então é fácil acompanhar uma vez em um reparo específico que você será atingido. Nunca tente desistir e tente pesquisar se você está tendo problemas com um reparo específico.

Reparar telefones antigos para amigos e familiares

Os telefones mais antigos de seus amigos e familiares ou dispositivos quebrados podem ser consertados gratuitamente. Isso permitirá que você trabalhe em um dispositivo gratuito e também ganhe experiência em todo o processo. Mas antes de fazer isso, certifique-se de que a pessoa cujo celular você está trabalhando não fique chateada com as coisas, caso algo dê errado.

Teste tudo do telefone

Antes de começar a reparar tudo o que inclui todos os botões de um telefone, teste para certificar-se de que o microfone, viva-voz, fone de ouvido, alto-falante e porta de carregamento funcionam. Coisas para incluir são ou não um telefone pode ler um cartão SIM ou fazer uma chamada. O sensor de proximidade do telefone deve ser mantido em preocupação. Isto é o que bloqueia o telefone quando é colocado ao ouvido para fazer uma chamada telefônica. Tudo certifique-se de coisas como WiFi e trabalho Bluetooth.

Conclusão –

Ao ler atentamente o acima, você pode facilmente iniciar seu próprio negócio de reparação de celular. Depois que você compra seu telefone de primeiro treino, é hora de começar o negócio. Lembre-se de que, antes de iniciar o seu negócio, você deve ter as peças e equipamentos corretos para iniciar o reparo.

Como começar a empreender sem ter uma ideia de negócio

O empreendedorismo é uma ótima alternativa para quem quer fugir dos empregos tradicionais ou precisa driblar a crise econômica que toma conta do país. Porém, muitas pessoas têm dúvidas de que tipo de negócio podem abrir e quais são as melhores formas de empreender com pouco dinheiro.

Se você se identificou com essa descrição, então este é o artigo certo para você!

A verdade é que existem diversos modelos de negócio nos quais você pode investir e a alguns deles podem ser realizados da sua própria casa. Com a ajuda da tecnologia, é possível ganhar dinheiro no esquema de home office e gerenciar a sua própria carreira.

Além disso, você pode contar com a ajuda de franquias que já possuem o know-how necessário para que você comece a atuar no setor. Apesar de exigir um investimento inicial, a segurança desse modelo de atuação é uma boa ideia para quem quer evitar riscos muito altos.

Quer saber mais sobre como você pode começar a empreender sem ter uma ideia de negócio?

Confira abaixo algumas dicas de serviços que você pode prestar:

Criar infoprodutos

Os infoprodutos são produtos digitais que não podem ser tocados, mas são cada vez mais consumidos pelos internautas. Eles podem ser:

– e-Books;

– PDFs;

– Cursos digitais;

– Podcasts;

– Vídeos;

– Debates e muito mais.

Esses infoprodutos geralmente são vendidos por uma plataforma chamada hotmart que funciona por meio do sistema de comissões. Mesmo que você não tenha o seu próprio produto, é possível se tornar um afiliado da rede e lucrar em cima da venda dos produtores.

A grande vantagem do hotmart é que tudo isso pode ser feito sem que você precise sair de casa e com base nos conhecimentos que você já possui sobre o negócio.

Ser um freelancer

Da mesma forma que a venda de infoprodutos, é possível se tornar um freelancer sem sair de casa. Tudo o que você precisa é um serviço no qual você seja especializado, o equipamento necessário para o trabalho e clientes que confiam em você.

Existem diversos serviços que você pode prestar como freelancer. São exemplos:

– Redação;

– Tradução;

– Desenvolvimento de sites e aplicativos;

– Gerenciamento de redes sociais;

– Ajuda na elaboração e interpretação de contratos;

– Consultorias diversas;

– Análise e elaboração de planos de comunicação e muito mais.

 

Existem sites desenvolvidos para ajudar clientes a encontrarem freelancers ideais para as suas necessidades e que podem ser o que você precisa para começar a investir nesse modelo de atuação.

Abrir uma microfranquia

As microfranquias são empresas com investimento inicial de até R$85 mil e que geralmente contam com um único profissional. A grande vantagem de investir nessa modalidade é que as franquias já possuem processos definidos e você não precisa começar o próprio negócio do zero.

Hoje em dia é sabido diversos cases de sucesso dentro da área de manutenção de celulares. Há muitas empresas que abrem franquias que consertam celulares, já que este é um serviço extremamente requisitado nos dias de hoje. O melhor é a facilidade para que você possa começar um negócio como este. Basta investir em um curso de conserto de celular e você já estará apto para trabalhar neste ramo.

Existem microfranquias de diversos setores, como revenda de cosméticos, serviços digitais, consultorias e muito mais. Ao pegar carona com uma empresa já criada, os riscos de que você não tenha retorno dos seus investimentos são muito menores.

Essas são apenas algumas dicas para que você comece a empreender com mais facilidade. A verdade é que ao começar o seu próprio negócio, independentemente da modalidade escolhida, o que você mais precisa é criatividade, estudo e planejamento para começar a atuar no mercado que você ama e mais tem conhecimento.

Para saber mais sobre empreendedorismo e conferir dicas de negócios, investimento, retorno e pontos de atenção a serem considerados, acesse os nossos demais artigos e aproveite para deixar suas dúvidas nos comentários para que possamos ajudá-lo. Boa sorte!

Como vencer a procrastinação e se tornar um profissional mais produtivo

Como vencer a procrastinação e se tornar um profissional mais produtivo

Se você é o tipo de profissional que tem a tendência de adiar o início de um projeto porque a data de entrega está muito longe, saiba que você não está sozinho. Muitas pessoas já passaram por esse cenário, porém é preciso entender que este tipo de pensamento é que você pode acumular muitas tarefas e, no fim, se sentir sobrecarregado!

Está na busca por um novo emprego? conheça a jobconvo, um software online de recrutamento e seleção.

Além de atrasar prazos, a procrastinação também causa o sentimento de insuficiência nas pessoas, que se sentem incapazes de concluir projetos e acabam cedendo à desmotivação, o que pode afetar (e muito!) o seu desempenho na vida profissional.

Quer saber como você pode deixar esse problema para trás? Confira 5 dicas para vencer a procrastinação e se tornar um profissional mais produtivo:

 

  • Planeje-se

 

O planejamento é o primeiro passo para conquistar qualquer objetivo. A boa notícia é que você pode contar com diversas ferramentas digitais, como os aplicativos de organização, checklists, calendários online e outros mecanismos que ajudam a construir uma visão mais sistêmica das suas obrigações.

Não importa o método escolhido: o importante mesmo é que você possa analisar todo o seu calendário da melhor maneira para poder definir os prazos de entrega de suas tarefas. Ao investir em um cotidiano mais organizado, fica mais difícil procrastinar.  

 

  • Afaste-se de distrações

 

Você tem aquele colega de trabalho que adora conversar durante o expediente ou costuma perder muito tempo nas redes sociais?

As distrações são grandes inimigas da produtividade. Para manter o foco na entrega de suas tarefas, é preciso identificar o que geralmente atrapalha a sua concentração e garantir que você se afaste delas durante o período em que está trabalhando.

Desligue o seu celular ou avise seus colegas que precisa de um tempo para conseguir trabalhar. O segredo é dedicar-se totalmente às suas atividades quando começar a executá-las.

 

  • Seja realista

 

Se você é o tipo de pessoa que costuma acumular atividades e acredita que pode terminá-las em tempo hábil, talvez seja melhor começar a repensar esse pensamento.

Ao planejar o seu dia, é essencial que você defina metas realistas e fáceis de serem cumpridas. Afinal, se você colocar muitas tarefas para serem finalizadas no mesmo dia, existe uma grande chance de que você se sinta sobrecarregado e desmotivado. Esses são dois fatores que combinam muito bem com a procrastinação.

Priorize as suas atividades de acordo com a data de entrega e do quão rápido elas podem ser concluídas.

 

  • Defina pequenas recompensas

 

Se você precisa de motivação extra, uma boa ideia é definir recompensas para a conclusão de suas tarefas. Por exemplo: se você precisa terminar um relatório, estabeleça períodos de descanso após entregar um determinado número de palavras.

Com esses pequenos “presentes” que você dá a si mesmo, a sua motivação aumenta e você se sente incentivado a continuar a execução de suas atividades.

 

  • Mantenha o foco em seus objetivos

 

A melhor dica para vencer a procrastinação é ter em mente que a única pessoa que tem a ganhar com a conclusão de suas tarefas é você mesmo. Quando você deixa de realizar uma atividade, suas próprias metas e objetivos são prejudicados.

Se você quer se tornar um profissional mais produtivo, você não pode deixar de analisar as suas responsabilidades durante o expediente e organizá-las de acordo com a sua capacidade. Assim, você garante o seu próprio desenvolvimento profissional, ajuda no crescimento da empresa e tem mais chances de ser considerado quando, por exemplo, surgir a oportunidade de uma promoção.

Lembre-se: no fim do dia, só quem tem a ganhar é você!

Tem alguma dica para ajudar outras pessoas a vencerem a procrastinação e aumentarem a produtividade no ambiente de trabalho? Deixe o seu comentário no espaço abaixo e compartilhe o conteúdo nas redes sociais!

 

Planejamento financeiro para marketing digital

Planejamento Financeiro para Marketing Digital

Planejamento financeiro para marketing digital

Já se foi o tempo em que Marketing era apenas fazer propagandas em mídias impressas e dar um pequeno suporte pós-venda para clientes. O avanço tecnológico em todo o mundo, alterou o conceito de marketing, para o que se vê hoje, o famoso e poderoso marketing digital.

Dentre todos os países do mundo, o Brasil se encontra dentro dos cinco primeiros países que mais investem em propaganda dessa forma.

No entanto, é preciso ter em mente, que sem um planejamento financeiro para marketing digital, o investimento pode ser maior que o retorno e isso não é interessante para nenhuma empresa.

Por isso, mostraremos a seguir, como fazer um planejamento financeiro para marketing digital.

Afinal, por quais motivos se investe em marketing digital?

Existem vários motivos para se investir em marketing digital. Os principais são:

  • Ranqueamento da melhor maneira possível em mecanismos de busca;
  • Posicionamento como autoridade dentro da sua área de atuação;
  • Bom retorno do investimento feito.

Montando um planejamento financeiro para marketing digital

A exemplo de qualquer outro tipo de negócios, o marketing digital deve ser visto como um investimento, por isso o planejamento correto e adequado é essencial. Confira as principias dicas para ter sucesso e não perder dinheiro.

  1. Determine prazos e estratégias

Quando se fala em planejamento financeiro é necessário saber primariamente tempo de duração de um processo. Estabelecer prazos para início e fim das ações de marketing digital, bem como alinhar as estratégias é o primeiro passo a ser dado dentro de um planejamento financeiro para marketing digital.

  1. Defina e monitore métricas

As métricas são fundamentais para acompanhar se o planejado aconteceu no que foi realizado. Como a previsibilidade do marketing, principalmente o digital é rara no início de campanhas, acompanhar a evolução é essencial.

As métricas auxiliam no processo de acompanhamento do ROI – Retorno sobre Investimento. Portanto, defini-las e monitora-las para compreensão de retorno, é fundamental.

  1. Estabeleça quantias monetárias a serem destinadas ao marketing digital

Marketing digital está diretamente relacionado a resultado. Fechar um percentual de verba para esse tipo de propaganda pode não ser uma boa ideia. Por isso, vale a pena destinar recursos corretos e coesos para isso.

É muito comum que empresas destinem entre 3% e 10% do faturamento para o marketing digital, no entanto essa gama percentual é ampla, e não auxilia de modo preciso num planejamento financeiro. O correto é determinar um valor e utilizá-lo, para que o planejamento seja o mais linear e correto possível.

Dica: utilize softwares de conciliação bancária para te auxiliar no planejamento financeiro

  1. Considere seus dados históricos (ou de seus concorrentes)

Embora muitas vezes não seja possível, utilizar dados históricos para investimento e retorno de marketing digital é uma ótima maneira de planejar financeiramente esse tipo de ação.

Se sua empresa nunca tiver investido em marketing digital, o que pode ser considerado relativamente comum, busque informações com os concorrentes.

Procure por estratégias de marketing digital de empresas do mesmo ramo e observe seus crescimentos. Isso não é ilegal, todos fazem e ainda ajuda a estabelecer futuros retornos esperados com o investimento nesse tipo de ação.

  1. Faça revisões orçamentárias

O setor de marketing digital é muito dinâmico. É muito comum que valores de investimento e retornos pré-estabelecidos sofram alterações jamais imaginadas após três meses, por exemplo.

Por isso, fazer revisões orçamentárias de maneira frequente, sempre levando em consideração o ROI é fundamental para dar continuidade às tão importantes estratégias de marketing digital.

Agora que você já sabe como montar um planejamento financeiro para marketing digital é hora de colocar as dicas em prática e fazer com que sua empresa ganhe cada vez mais visibilidade, gerando assim, maior lucratividade. Boas vendas!

O que é e como fazer fluxo de caixa

O que é e como fazer fluxo de caixa

Todo e qualquer tipo de empresa, independente de seu tamanho precisa ter uma de saber o que entra, sai e ainda poder fazer previsões de curto, médio e longo prazo. A melhor forma de conseguir enxergar isso é através de um fluxo de caixa.

Afinal, o que é um fluxo de caixa?

O fluxo de caixa nada mais é do que uma ferramenta que auxilia o empresário a controlar de maneira precisa as contas a pagar e o que há pare ser recebido. Falando de modo simples, as contas as pagar normalmente são salários dos funcionários, aluguel, internet, empréstimos e etc, enquanto que o que há pare ser recebido são vendas feitas a prazo, com boletos bancários, cheques e cartões de crédito, por exemplo.

Construir uma planilha de fluxo de caixa permite melhor visualização da saúde financeira do seu negócio, podendo assim elaborar estratégias de crescimento e até mesmo reverter situações negativas.

Mostraremos a seguir os passos para fazer um fluxo de caixa de qualidade. Confiram.

1º passo – saiba qual é o saldo inicial da sua empresa

A primeira coisa a ser feita quando se decide criar um fluxo de caixa sólido e robusto é verificar quanto dinheiro sua empresa possui em caixa. Esse é o passo primordial para dar início ao seu controle financeiro.

2º passo – classifique as receitas e despesas

Antes de dar início aos lançamentos de receitas e despesas no fluxo de caixa, é importante que haja uma classificação dessas transações. Isso será bastante útil no futuro, quando for necessário analisar origens mais relevantes de recursos e quais custos podem ser reduzidos e até mesmo cortados.
Não há uma regra correta para criação de categorias. Basta apenas pensar nos tipos de análise que a empresa necessita, como por exemplo, qual foi o gasto em marketing ou com entregas, por exemplo.
Uma sugestão útil, é separar os lançamentos de modo específico e não generalizado, por exemplo, telefone, aluguel, água, material de escritório, salários, impostos.

3º passo – tenha um registro de todas as entradas de caixa dos períodos

É de suma importância registrar tudo o que a empresa recebe em períodos determinados. Para que o fluxo de caixa seja projetado da melhor maneira possível, recomenda-se considerar um período de 12 meses.
Registre todos os pagamentos recebidos, tanto à vista, quanto a prazo, contas que vão ser recebidas e qualquer outra possível entrada de dinheiro, como cheque ou cédulas em espécie. Tenha sempre um controle as datas em que as transações ocorreram ou irão ocorrer.

4º passo – registe todas as saídas dos períodos

Tenha registrado tudo o que a empresa tem a pagar, seja no dia, nas próximas semanas e principalmente nos próximos meses. Fique atento as próximas saídas, sejam elas de valores fixos ou estimados. Ter o controle das saídas evita surpresas e possibilita investimentos.

5º passo – atualize e corrija os lançamentos sempre que necessário

Não deixe de acrescentar novos lançamentos que podem surgir e corrija valores que sofreram algum tipo de alteração, como contas de luz e água, com valores estimados. A diferença entre entradas e saídas é o capital de giro, ou seja, quanto a empresa possui para operar.
Fluxo de caixa: Um controle necessário
O fluxo de caixa é um controle necessário e fácil de ser feito. Com ele é possível prevenir perdas e potencializar os lucros, fazendo com que sua empresa caminhe adiante da melhor maneira possível.
Agora que você já sabe tudo sobre fluxo de caixa é hora de arregaçar as mangas e colocar essas informações em prática para que seu negócio flua da melhor maneira possível.

Veja também: Como ganhar dinheiro