Condições de empréstimo: quais são?

Uma das maiores dúvidas de quem precisa de uma renda extra é quais são as condições de empréstimo. A primeira coisa que você precisa saber é que existem diferentes modalidades pelas quais você pode optar. Cada uma delas tem suas particularidades e são adequadas para um perfil de pessoa. Ao longo desse artigo, você entenderá melhor quais são os tipos de empréstimo e os requisitos para conseguir. Assim, você pode escolher a opção que melhor combina com você! Vamos começar? Confira abaixo quais são as condições de empréstimo de cada modalidade: O empréstimo pessoal é conhecido por ser feito diretamente entre você e a instituição financeira escolhida, sem o intermédio de terceiros. Essa instituição pode ser um banco ou uma agência financeira, online ou física. Existem diversas condições para que você consiga a aprovação. Os bancos geralmente avaliam o seu histórico de pagamento para avaliar se você costuma quitar as suas dívidas. Também são consultados os órgãos de proteção ao crédito para verificar se você tem restrições em seu nome. Além disso, o empréstimo pessoal geralmente conta com faixas de renda dependendo do valor solicitado. Ou seja, você precisa ter um certo salário se deseja valores mais altos. Por último, é preciso comprovar a renda e o endereço de residência. Embora cada banco tenha suas próprias condições de empréstimo, geralmente esses são os dados mais importantes para conseguir o dinheiro. Empréstimo consignado Já o empréstimo consignado conta com o intermédio da empresa que você trabalha. Isso porque o pagamento das parcelas é feito diretamente na folha de salário do colaborador. Por esse motivo, ele é um dos empréstimos mais fáceis de conseguir, já que o banco tem a garantia da empresa. A condição para solicitar é justamente essa. Você deve trabalhar no regime de carteira assinada há pelo menos 6 meses. Além disso, o limite máximo de pagamento não pode ultrapassar 30% do salário bruto de quem solicita. Empréstimo rotativo O empréstimo rotativo acontece no caso de cartões de crédito. Ele funciona por meio do pagamento do valor mínimo de uma fatura, o que significa que você está emprestando o valor restante. Nesse caso, o banco ou a instituição financeira cobre o resto da fatura. O problema dessa modalidade é que os juros cobrados costumam ser bastante altos. Não existem condições de empréstimo nesse caso. Basta efetuar o pagamento do valor mínimo. Porém, recomendamos que você evite essa modalidade para não ter que arcas com as taxas geralmente abusivas. Empréstimo por cheque especial A última modalidade de empréstimo é o famoso cheque especial. Ele funciona quase como o empréstimo pessoal, mas não precisa ser contratado. A única condição é que você tenha o limite pré-aprovado em sua conta. O cheque especial é quando você utiliza um valor de crédito já disponível na sua conta corrente, resultando em valores negativos no saldo total. Geralmente, os bancos aprovam um limite de cheque especial de acordo com o perfil de cada correntista. O valor pode ser utilizado a qualquer momento, mas é importante lembrar que as taxas para cobrir o valor geralmente são bastante altas. Agora que você já conhece as diferentes modalidades e condições de empréstimo, chegou a hora de avaliar qual é a melhor opção de acordo com o seu perfil. Dessa forma, você tem a possibilidade de reorganizar a sua vida financeira sem o perigo de se afundar em dívidas! Se você tiver alguma dúvida restante sobre como fazer um empréstimo e quais os requisitos, deixe o seu comentário no espaço abaixo para que possamos ajudá-lo. Não esqueça também de compartilhar esse artigo em todas as suas páginas nas redes sociais!

Soft Skills para desenvolver em 2019

Os profissionais nas organizações dispõem de competências essenciais para os cargos que ocupam. Durante o processo de recrutamento e seleção são realizados testes e dinâmicas para despertar e possibilitar a percepção e avaliação de cada uma dessas características únicas de cada candidato.

A análise de Fit Cultural permite que a empresa avalie valores distribuídos em 7 fatores fundamentais para o Perfil da Cultura Organizacional, fazendo um ranking dos perfis mais aderentes à empresa, possibilitando a contratação da pessoa correta. A avaliação do Soft Skills antes e depois da contratação é muito importante para o sucesso da organização e desenvolvimento dos colaboradores.

 

Mas o que é Soft Skills?

Soft skills são as competências que competem a personalidade e comportamento do profissional. Envolvem aptidões mentais, emocionais e sociais. Ou seja, são habilidades particulares, pois nascem de acordo com as experiências, cultura, criação e educação de cada pessoa, entre outros fatores.  

 

A soft Skills afeta o ambiente corporativo?

As soft skills também estão relacionadas a forma que o indivíduo se relaciona e interage com as pessoas, afetando os relacionamentos no ambiente corporativo e, por consequência, a produtividade da equipe. Além disso, são difíceis de avaliar e não são adquiridas com capacitação técnica.

 

Quais Soft Skills as empresas buscam?

Em uma pesquisa realizada pela Capgemini Digital Transformations Institute de 2017, foi comprovado que 60% das empresas estão em uma crise de soft skills entre seus funcionários. Além disso, revelou que a busca por profissionais com soft skills vem aumentando. Os executivos da pesquisa, buscam:

  • Foco no Cliente (65%);
  • Colaboração (64%);
  • Paixão por aprender (64%);
  • Habilidade Organizacional (61%).

 

Quais são os Soft Skills comuns a todos os profissionais?

As habilidades exigidas dependem do perfil que a vaga pede. Mas há soft skills comum a todos os profissionais, que não competem apenas a funções específicas, são elas:

 

1- Boa comunicação

Uma boa comunicação é muito importante e vai além do ambiente de trabalho. Quando há interação entre uma ou mais pessoas, é preciso que todas as partes envolvidas consigam entender com clareza a mensagem que está sendo transmitida.  Por isso, um profissional que saiba se expressar bem, de maneira clara e objetiva, terá vantagem competitiva de mercado por dominar essa soft skill.

 

2- Colaboração

A colaboração e a comunicação são soft skill que andam sempre juntas. É importante que os profissionais colaborem e trabalhem em equipe, pois cada um domina certa habilidade, e, desse modo, poderão contribuir naquilo que seus desempenhos são melhores. Sendo assim, cada  colaborador complementa o outro no trabalho a ser desenvolvido.

 

3- Relacionamento interpessoal

Há algumas áreas na empresa que tem maior interação. Porém, para que haja uma coordenação entre essas áreas, é preciso ter um bom relacionamento entre os colaboradores de setores diferentes. Por isso, essa soft skills é importantíssima, pois ajuda a atingir um objetivo ou meta comuns.

 

4- Equilíbrio emocional e capacidade de trabalhar sob pressão

É normal que durante a carreira profissional, momentos mais intensos aconteçam. São várias as situações inesperadas no dia a dia das empresas. Além dos problemas pessoas que acabam atingindo os colaboradores emocionalmente. Por isso, o equilíbrio emocional é essencial para que essas situações não afetem o comportamento ou o rendimento no trabalho.

 

marketing-de-companhias-aereas-no-brasil

5 Melhores Estratégias de Marketing de Companhias Aéreas no Brasil

Voar é uma grande paixão e uma vontade para muitas pessoas. Sabendo disso, as companhias aéreas fazem de tudo para tornar esse desejo em realidade. Para isso, geralmente utilizam ótimas estratégias de marketing com o intuito de cativar o seu público.

No Brasil, as companhias aéreas investem constantemente em publicidade, principalmente em meios digitais, em promoções de passagens aéreas. Isso se dá pois a internet é o principal meio que os consumidores utilizam para planejar e adquirir suas passagens de avião, pacotes de viagem e reservas em hotéis.

Quer conhecer algumas das melhores campanhas de marketing já feitos por empresas áreas brasileiras? Então, siga lendo esse texto até o final e se surpreenda com a criatividade desses executivos.

 

Confira abaixo 5 campanhas de marketing que fizeram história no Brasil:

 

1. Jingle de natal – Varig

“Estrela brasileira no céu azul / iluminando de norte a Sul […]”. Esse jingle lendário marcou a vida dos brasileiros desde a década de 1960. A Varig, então a maior companhia aérea brasileira e uma das mais luxuosas do mundo, criou uma propaganda de fim de ano que entraria para a história da publicidade brasileira.

O jingle, criado pelo músico e publicitário paulista Caetano Zamma em 1963 transformou-se em uma marca da companhia. Foi utilizado em propagandas de fim de ano durante décadas, até a falência da companhia nos anos 2000. Assista a esse vídeo abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=DSoXfYlgMP0

 

2. Novos tempos no ar – Gol

A Gol reestruturou seu modelo visual nos últimos anos. Em 2017, a Gol lançou uma propaganda revelando como os novos serviços impactariam o mercado e modificariam a lógica de operação da companhia.

Com uma produção envolvente, o vídeo mostra a trajetória da companhia brasileira, como o fato de ser a primeira empresa a vender passagens aéreas pela internet e como conquistou o mercado nacional com os serviços de qualidade e preços baixos. Confira essa história no

Link a seguir:

https://www.youtube.com/watch?v=vpNZSW2Lvt0

 

3. Quem Voa, Ama – Avianca

O clipe de divulgação da marca em 2017 é um dos mais interessantes da atualidade. Possui uma das maiores produções entre os comerciais adotas pelas empresas aéreas. Conta com diversos cenários e trilha sonora envolvente, que vai criar interesse pelas pessoas que nunca voaram.

O clipe já foi visto por milhares de pessoas e tem um tom muito envolvente. Mostrando as características dos aviões da companhia, seu serviço de alta qualidade e ainda conta com a participação da Orquestra Voadora, um conjunto de percussão famoso por embalar o carnaval carioca. Veja essa produção no link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=RtPwS2ZlPCY

 

4. TV ao Vivo – Azul

O departamento de marketing da Azul apostou na comédia para anunciar seu sistema de entretenimento de bordo. Voltado para a divulgação dos serviços de TV ao vivo, o comercial mostra uma aeromoça anunciando o desembarque. Contudo, os passageiros permanecem em suas cadeiras, pois não querem desembarcar e perder os programas oferecido no avião

Essa foi uma das campanhas publicitárias mais vistas dos últimos tempos, atingindo mais de 900 mil visualizações no YouTube. A Azul preza muito pela divulgação de seus serviços e já foi eleita mais de uma vez como a empresa com melhor serviço à bordo do Brasil. Veja essa divertida montagem:

https://www.youtube.com/watch?v=h_W5Zjg4rPM

 

5. Conexões Latam – Latam

Uma das campanhas de marketing mais recentes lançadas pela Latam, o Conexões Latam consiste basicamente em um programa de entrevistas apresentado pelo ator Dan Stulbach. O programa visa conectar a história da Latam com a dos executivos que voam pela companhia.

Desenvolvida pela campanha agência Graphene, a iniciativa é realizada com vídeos curtos (15 a 30 minutos) e destina-se ao YouTube e às redes sociais. Posteriormente, a campanha terá veiculação direcionada a aeroportos e canais por assinatura. Veja que interesse o primeiro programa feito:

https://www.youtube.com/watch?v=uT6vgn4uDJQ

 

E aí, o que achou desses programas de marketing? Tem mais alguma empresa brasileira fazendo algo parecido? Deixe o vídeo abaixo e participe desse post.

Como ganhar dinheiro com unhas decoradas

Como ganhar dinheiro com unhas decoradas

Toda mulher gosta de estar com aparência impecável e unhas bonitas e bem feitas. Que tal aproveitar a popularidade das unhas decoradas a seu favor, para aumentar sua renda e ganhar um dinheiro extra sem sair de casa? Neste artigo daremos dicas de como ganhar dinheiro com unhas decoradas.

Ganhe dinheiro trabalhando em casa

  1. Como fazer unhas decoradas

Em todo negócio é preciso um investimento, se você não entende muito sobre o assunto e não tem prática com unhas decoradas, vai precisar investir e buscar maneiras de aprender a fazer as decorações. Nesse caso é preciso começar pesquisando por tutoriais ou curso de unhas decoradas.

  1. Prepare o seu kit manicure para unhas decoradas

Você vai precisar montar o seu kit manicure e ter cuidado com os materiais que precisam ser esterilizados, como exemplo, alicate de unhas. Para fazer as unhas decoradas, você vai precisar de adesivos, carimbo, palitos, pincéis, tinta acrelfix, glitter, esponja, fitas, pedrarias, jóias de unhas, esmaltes, acetona, algodão, lixas para pés e unhas, base, fortalecedores de unhas e cremes amolecedores de cutícula.

  1. Use a criatividade e faça divulgação do seu trabalho

Inspire-se nos diversos modelos de “nail arts” (termo usado em inglês para unhas decoradas) e use a criatividade para criar modelos e formas diferentes de fazer a decoração nas unhas. Tire fotos e divulgue nas redes sociais, pois, esta é uma das melhores formas de divulgar seu trabalho e atrair mais clientes.

Tenha coragem, comece fazendo as unhas das amigas para mostrar seu trabalho e ir treinando, para atingir a perfeição é preciso praticar. Peça para suas amigas te ajudarem na divulgação.

  1. Crie cores da moda

Use o método de contagem grupal, consiga algumas amigas ou familiares e pinte as unhas delas da mesma cor, usando um tom inusitado como laranja ou verde. Combine com elas de estarem no mesmo local por dois ou três dias, porém, separadas. As pessoas começam a observar que têm outros usando aquele tom de esmalte, e começam a se interessar, achando que é a nova tendência.

Comece fazendo o teste no seu bairro mesmo, entre grupos de amigos, pois, isso atrai atenção. Desse modo você também pode divulgar as suas unhas decoradas.

  1. Abandone o comodismo e comece a ousar

Quando estamos acomodados achamos que mais nada pode ser criado, no caso das unhas decoradas não é diferente, pois, achamos que já existem tantos modelos que não é preciso mais nada. Porém, isso não é verdade, sempre há espaço para novas criações e idéias, portanto, use a sua imaginação e tente criar novos modelos, fazer unhas diferenciadas para atrair seus clientes e mostrar que você entende e é ótima no que faz.

Se quando começar a testar, os modelos não estiverem perfeitos, não se preocupe e nem desista, pois tudo nesse mundo é aperfeiçoado com a prática. E o talento pode ser adquirido com o treino, até que chega um momento em que você, se torna tão espontâneo e brilhante no que faz, que nem vai se importar com as dificuldades.

Leia também: Lumiclear Clareador Funciona?

  1. Vale à pena investir

Porque existe a moda de unhas decoradas e tendência de esmaltes?

As tendências da moda existem devido ao contagio. A maioria das pessoas só usa algo ou praticam, por entenderem que mais pessoas fazem a mesma coisa, por que acham que deve ser bom, correto, bonito e diferenciado.

O medo de ser diferente é maior do que o de seguir uma tendência estranha só porque tem uma multidão seguindo. É assim o mundo da moda funciona. E você pode ser a próxima disseminadora dele. Quem sabe até as celebridades estarão em breve usando o novo tom de esmalte que você criou?

Vale à pena investir no mercado de unhas decoradas, pois não é preciso ter um salão ou esmaltaria, para começar, você deve ter apenas os conhecimentos, materiais e se empenhar na divulgação.

Como aumentar sua captação de Leads e vender mais

  1. Como aumentar sua captação de Leads e vender mais

Lead nada mais é, que o cliente em potencial e qualificado e sabemos que numa empresa existem muitos objetivos importantes, mas quase 70% são concentrados em gerar leads para vender mais.

Uma promoção ativa num site faz com que sua página esteja sendo visitada por mais clientes. Aqui explicaremos, como deve ser feita toda essa capacitação para se ter um aumento em suas vendas, como é o caso da campanha tabela de preços Unimed, que o site conseguiu um aumento significativo na quantidade de leads.

Gerando os leads

Para uma grande maioria de profissionais de marketing, o segredo está na sua página inicial ou homepage para receber uma quantidade maior de visitas, ou seja, quem estiver promovendo relativamente seu site, a sua página estará recebendo visitantes, dos sites de referência, das mídias sociais, dos motores de busca e de muitas outras fontes geradoras.

Usando o Google

Todo Marketing eficaz deve ser realizado quando se trata de clientes não como um grupo e sim, como indivíduos, sempre se conectando, com esses mesmo indivíduos. Sabemos que o Google é muito popular e por isso, uma grande parcela de blogueiros, profissionais de marketing de conteúdo e muitos empresários digitais possuem uma conta no Google e até mesmo nossos nomes completos, endereços, telefones são armazenados em sites confiáveis como Facebook, Linkedin, Tweeter e outros. Desta forma, a produção de conteúdo é a base para sua estratégia de marketing digital.

Pensando nisso, os profissionais de marketing criam um fluxo para inscrições muito mais simples e flexíveis, é limitada a quantidade de informações inseridas em formulários, até que seus clientes potenciais se tornem leads qualificados. Desde que eles possuem todos os seus dados pessoais nesses próprios sites confiáveis.

Separando sua equipe para gerar leads da equipe de vendas

Caso se queira converter seus visitantes que vem para suas landing pages, incessantemente terá de se testar todos os elementos de sua landing pages, como os títulos, subtítulos, bullet points e CTas e muito mais. Deve-se ir testando até encontrar essas habilidades para se otimizar o texto de vendas em suas páginas.

Defina limites em relação ao aspecto da sua estratégia de marketing de conteúdo, principalmente sobre quem está ao comando de gerar leads e que pode administrar as vendas. Se especialize, sempre; essa é a chave para o sucesso. Procure seu nicho e identifique as áreas onde se é destacado dos demais

Por fim, manter os clientes é muito importante e essencial para toda empresa prosperar e ainda aumentar em muito o lucro. Por isso, é que não basta estar preocupado apenas na aquisição do cliente e sim em sua retenção.

Leia também: SEO para E-commerce

Como o Youtube tem criado novos empreendedores

Por Marco Assis

A internet é com certeza um verdadeiro “país das maravilhas” onde qualquer um pode ser Alice e correr atrás de um coelho branco. Com a ascensão do YouTube como plataforma de buscas gigante (perde apenas para seu “parente” Google), cada vez mais pessoas procuram conteúdo lá. Seja aquela receita especial que você quer preparar no fim de semana, os melhores momentos do seu time ou uma análise de games, milhares de pessoas procuram vídeos e passam horas no YouTube, todos os dias.  Já tem até quem prefere o YouTube em lugar da TV aberta.

Claro que com todo esse crescimento de popularidade, e aproveitando-se que qualquer pessoa pode ter um canal no YouTube, muitos começaram a criar conteúdo para a plataforma de maneira regular e cada vez mais bem produzidos, os vídeos foram tornando os apresentadores cada vez mais conhecidos e mais relevantes na mídia.

PORQUE O YOUTUBE CRIOU E CRIA EMPREENDEDORES

  1. Por que é fácil postar vídeos na plataforma: você se registra e em poucos momentos já pode começar a postar seus vídeos. Essa facilidade de uso ajuda a que se possa criar conteúdo constantemente.
  2. O YouTube oferece uma maneira nativa de monetizar vídeos: desde de que obedeça às regras da plataforma, que de vez em quando mudam, seus vídeos podem ser pagos pelo Adsense a cada mil visualizações em que apareça um anúncio nativo do YouTube. Essa característica foi por muito tempo o ponto que mais chamava atenção de quem apostava e aposta na plataforma. Mas existem outras formas também…
  3. Com o YouTube, você pode se tornar conhecido naquilo que você faz: muita gente que antes era totalmente anônima se tornou conhecida por meio dos seus vídeos. Consultores, professores, empresas em geral e pessoas “comuns” como gamers, críticos de cinema caseiros e muitos mais. Muitas dessas pessoas aproveitaram o reconhecimento conseguido pelo YouTube e criaram várias oportunidades de ganhar dinheiro, inclusive criando empresas e vendendo tanto serviços como produtos físicos.
  4. A possibilidade de ser reconhecido por milhares de pessoas faz com que muita gente que inicia no Youtube se dedique na criação do seu conteúdo, fazendo pesquisas profundas sobre os temas que quer apresentar e dedicando tempo e até dinheiro para que a edição fique com boa qualidade. O resultado dessa dedicação é que as pessoas acabam realmente gostando desse conteúdo e assim realizando o sonho do dono do canal.

 

E COMO OS “EMPREENDEDORES DO YOUTUBE” GANHAM DINHEIRO?

Bem, mais ou menos já comentamos isso no tópico anterior, mas vamos falar melhor sobre isso. Em primeiro lugar é preciso dizer que existem muitas formas de ganhar dinheiro com o YouTube. Vamos a elas:

Com o Adsense: como o YouTube pertence a Google, ele compartilha algumas funcionalidades da “família Google” e uma delas é a possibilidade de monetizar o conteúdo postado na plataforma apresentando anúncios do Adsense (aqueles anúncios que podem aparecer antes, durante, depois ou localizados em alguma parte da tela). Funciona mais ou menos assim: a cada mil visualizações do seu vídeo em que aparecerem anúncios, a Google paga você certa quantidade de dinheiro em dólares.

Mas se você ainda não conhecia esse sistema e já se animou com a possibilidade de ganhar em dólares, espera um pouco, segure a empolgação: o valor pago varia muito de acordo com vários critérios (principalmente a demanda do mercado) e pode variar de alguns centavos a até 8 ou 10 dólares em alguns locais. Muitos vídeos em média, recebem cerca de 1 dólar a cada mil visualizações em que houve anúncios. Além disso, o YouTube fica com 45% de toda a receita que seu canal gerar com anúncios do Adsense. Na prática, haja visualização pra você ganhar alguma coisa!!

Mas nem só de Adsense vive o empreendedor do YouTube esperto. Existe o que se chama no mercado publicitário de “publieditorial”, conhecido carinhosamente por “publi”. Os publis são vídeos em que o apresentador do canal fala sobre certo produto, serviço ou empresa durante algum de seus vídeos. Geralmente essa menção é paga e pode variar desde uma simples menção num vídeo até um vídeo inteiro falando sobre o serviço ou produto.

Publieditoriais são uma boa maneira de monetizar seu canal. Caso você já tenha uma audiência boa, empresas podem entar em contato com você e propor que você inclua em algum de seus vídeos um anúncio da empresa, que pode ter várias formas, desde um simples banner aparecendo durante o seu vídeo até uma análise detalhada do produto que o anunciante quer mostrar. Em alguns casos, as empresas já vêm com tudo pronto, inclusive o valor que querem te pagar, mas sempre você pode negociar caso não esteja de acordo.

Produtos de “marca própria”: muitos canais se monetizam assim, se você tem uma audiência boa (veja só a gente falando em audiência novamente), essas pessoas já confiam no conteúdo que você produz e com isso fica mais fácil que elas queiram comprar seus produtos personalizados, como bonés, canecas, camisetas e o que mais sua imaginação mandar. Para isso você pode procurar empresas especializadas em fazer esse tipo de material ou um assessoria para influenciadores digitais.

Vendendo produtos digitais: esse meio de monetização se aplica para alguns nichos de canais. Existem plataformas de vendas dos chamados “infoprodutos” que são cursos online ou que o aluno faz download dos vídeos, e-books etc. Nessas plataformas como a Hotmart, a Eduzze ou a Monetize você pode encontrar vários desses produtos digitais. Aí é só escolher um ou alguns que você vai se identificar e promover no seu canal.
Importante mencionar que não fica muito legal se seu canal por exemplo for de games e você tentar promover nele um curso de marketing digital por exemplo, pois os públicos são diferentes.

Leia também: Como finalizar cabelo cacheado

VOCÊ, YOUTUBER, VOCÊ EMPRESÁRIO

Importante dizer que para que o YouTube transforme você num empreendedor, você precisa ter a visão de que seu canal é uma marca e deve ser encarado como um empreendimento, assim como alguém que abre uma loja ou qualquer outro negócio.

E por isso você precisa ter a visão de que todo negócio precisa de investimento. Assim como quem abre uma loja precisa investir em estoque, local, contratar funcionários e oferta, você como YouTuber precisa pensar em investir em qualidade de vídeo, bons roteiros, edição decente e em alguns casos, suporte técnico, por parte de alguém que possa te dar a mão com orientações e te ajudar a ir pelo caminho certo. Existem no Brasil algumas empresas que são especialistas em dar assessoria para influenciadores digitais e que podem te ajudar muito com seu futuro ou atual projeto no YouTube.

O YouTube fez e faz empresários todos os dias. Se você quer essa vida pra você, se informe, pense num assunto que gosta muito de falar e trabalhe seu canal com amor e não somente com olhos no futuro dinheiro que poderá ganhar. Quem sabe, você que está lendo este artigo daqui um tempo vai poder ler ele novamente mas podendo dizer em seu íntimo: “o YouTube me fez empresário!”